Portal do Governo Brasileiro
English(UK)Português
Facebook



No dia 19 de novembro, a Reitora da UFOP recebeu a Professora Qiao Jianzhen, Diretora do Instituto Confúcio da PUC-Rio para uma reunião sobre a cooperação com a China. A professora foi a responsável por intermediar o contato com a Hebei Geo University, instituição chinesa que demonstrou interesse em estabelecer parcerias com a UFOP, tendo a área de Geologia como foco inicial.

O primeiro encontro entre representantes das duas instituições ocorreu em julho, em Beijing, durante a participação da Coordenadora de Assuntos Internacionais da UFOP, Jaqueline Pinheiro Schultz, no Seminário de Língua e Cultura Chinesa para Brasileiros, promovido e financiado pelo Ministério do Comércio da China.

A Professora Qiao Jianzhen apresentou o Instituto Confúcio e suas atividades, além da proposta de convênio e os requisitos para o estabelecimento de um Instituto. Além disso, a Professora sinalizou a possibilidade de envio de um professor de chinês para a UFOP a partir do segundo semestre de 2019.

A parceria é de grande relevância para a Universidade, conforme ressalta a Reitora Claudia Marliére: "Nós da Reitoria avaliamos que é grande o interesse da UFOP pela troca cultural e de conhecimento entre ambos os países, além da busca por uma maior integração via pesquisa." Também participaram da reunião o Vice-Reitor Hermínio Nalini Arias Jr., o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Professor Sérgio Aquino, o Vice-Diretor da Escola de Minas, Prof. Hernani Mota de Lima e o Chefe de Departamento de Geologia, Professor Marco Fonseca.


Mesa-Redonda: Oportunidades de Cooperação Brasil-China

Na tarde do dia 19 de novembro, a Professora Qiao Jianzhen participou de uma mesa-redonda que ocorreu na Escola de Direito, Turismo e Museologia. A docente apresentou aspectos gerais sobre a China, as atividades realizadas pelo Instituto Confúcio, além de explicar sobre a obtenção de bolsas de estudo e de pesquisa no país asiático.

O Prof. Luiz Albuquerque, que leciona Direito Internacional na UFOP também participou do evento, expondo um panorama sobre a influência da China no mundo e o projeto de pesquisa “Cooperação Sul-Sul com características chinesas: Análise do novo regime chinês de cooperação internacional em Minas Gerais, Brasil, América Latina e no Caribe”.

O evento contou com a participação de representantes de diversas unidades acadêmicas. Na oportunidade, a professora voluntária do Instituto Confúcio da PUC-Rio Chu Aixuan fez uma apresentação de flauta chinesa e o fotógrafo ouropretano Eduardo Tropia expôs algumas de suas obras sobre a influência chinesa no Barroco mineiro.


Sobre o Instituto Confúcio

O Instituto Confúcio é uma organização educacional pública vinculada ao Ministério da Educação da República Popular da China cujo objetivo é promover e divulgar a língua e a cultura chinesa, bem como facilitar os intercâmbios culturais. O nome do Instituto dá-se em homenagem ao notável pensador chinês, Confúcio. Mais informações em: http://www.confucius.puc-rio.br.

Há mais de 300 Institutos Confúcio espalhados pelo mundo e eles são a principal porta para cooperação acadêmica com a China. No Brasil, as atividades do Instituto estão presentes nas seguintes instituições: Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade do Estado do Pará (UEPA), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade de Brasília (UnB), Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Universidade Estadual Paulista (UNESP), Universidade de Campinas (UNICAMP), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal Fluminense (UFF) e Universidade Federal de Viçosa (UFV).


Sobre o Seminário de Língua e Cultura Chinesa para Brasileiros

O Seminário de Cultura e Língua Chinesa para Brasileiros é uma iniciativa patrocinada pelo Ministério do Comércio da República Popular da China, com o objetivo de estreitar as relações do país asiático com o Brasil. Em 2018, o Seminário ocorreu entre os dias 13 de junho e 12 de julho, e contou com a participação de 40 pessoas de estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e do Distrito Federal.

O Seminário foi ministrado na Faculdade de Cultura e Língua Chinesa de Beijing, a qual foi inaugurada em 1950 e é a única instituição da China especializada na formação em Cultura e Língua Chinesa, com cursos de curta duração e de bacharelado.
Além da programação do seminário, a Coordenadora de Assuntos Internacionais da UFOP realizou visitas à Universidade de Beijing (Escola de Estudos Internacionais, Academia Yenching de Estudos Chineses e Instituto Sul-Sul de Cooperação e Desenvolvimento) à Universidade Tsinghua e em Beijing, recebeu os representantes da Hebei Geo University (Prof. Liao Yibin, Diretora de Relações Internacionais, e Prof. Yue He, do Departamento de Geologia).

Para a Coordenadora, a experiência na China foi uma excelente oportunidade para conhecer o país, aumentando o entendimento sobre a cultura chinesa, o que possibilitará uma maior aproximação em nível acadêmico. A partir das reuniões foi possível apresentar a UFOP para potenciais parceiros e iniciar contatos para futuras parcerias. “A China tem uma cultura e um povo incríveis e foi uma honra conhecer toda a grandiosidade do país de perto. O Brasil e a China ainda precisam se conhecer mais e, os dois países, com todas as suas peculiaridades, podem contribuir muito um com o outro, não somente em relação à economia, mas também com educação, pesquisa e tecnologia”.

 

 

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba informações sobre Mobilidade e Editais de Bolsas.

 

Mapa de Convênios

A UFOP, através da CAINT, possui convênios com diversas instituições ao redor do mundo, muitas das quais oferecem oportunidades de parcerias e mobilidades acadêmicas.

Depoimentos

Lena Streit

Curso: Turismo
Universidade de Origem: Hochschule Reutlingen - Alemanha