Portal do Governo Brasileiro
English(UK)PortuguêsSpanish(ES)
Facebook

 

Visa TravelMoney é o cartão de débito internacional. Ele é aceito para compras em quase 30 milhões de estabelecimentos e para saque em moeda local em mais de 1 milhão de caixas automáticos no exterior. O cartão também pode ser recarregado de qualquer lugar e a qualquer hora.

Ele possui vantagens, tais como: pode ser carregado em Dólar, Euro ou Libra Esterlina; compras e saques são realizados sempre na moeda do país de destino; sem risco de variação cambial na moeda de carga; cartão adicional para usar imediatamente em caso de perda ou roubo; pode ser recarregado à distância e a qualquer momento; consulta de saldo e extrato online pela internet; escolha de como utilizar o saldo do cartão no retorno da viagem: devolução em reais, guardá-lo carregado no cartão para uma próxima viagem ou utilizar o cartão nos estabelecimentos afiliados a rede Visa Electron.

Para solicitá-lo entre em contato com a Agência de Intercãmcio CI ou o Banco de Rendimento 0800-771-7886; Brasil +55 (11) 3817-0777 ou +55 (11) 4003-7666.

(Texto adaptado do site do VISA)

Jovem Card STB é um cartão que identifica a pessoa como Jovem, pode ser requisitado por pessoas que tenham até 25 anos, estudante ou não. Ele é reconhecido no mundo todo e oferece vários benefícios no Brasil e em 106 paises no mundo. O portador do cartão tem direito a descontos em passagens de avião, trem, ônibus e barcos, hotéis, albergues, museus, exposições e parques, restaurantes e lanchonetes, cinemas, lojas entre outros.

Ao tirar o documento, o aluno passa a ter ao ISIC (Emergency Help Line), um serviço telefônico gratuito que funciona 24 horas e, em caso de emergências no exterior, oferece informações sobre procedimentos legais (as telefonistas podem entrar em contato com a embaixada ou consulado brasileiro mais próximos e indicar um advogado), indicação de médicos e no envio de mensagens para a família no Brasil. Também ajuda a obter novos documentos em caso de roubo ou perda.

Para tirar o cartão você pode ir a uma Loja STB de todo o Brasil, apresentar sua comprovação de idade e uma foto 3x4 ou você pode tirar através do site do Jovem Card preencha o cadastro om todas as informações solicitadas, anexe uma foto sua 3X4 . Dentro de 15 dias você estará recebendo seu cartão na sua casa.

(Texto adaptado do site do STB)

A Carteira Mundial do Estudante STB é uma identidade estudantil reconhecida no mundo todo que oferece vários benefícios no Brasil e em 106 paises no mundo. O portador da carteira tem direito a descontos em passagens de avião, trem, ônibus e barcos, hotéis, albergues, museus, exposições e parques, restaurantes e lanchonetes, cinemas, lojas entre outros.

O documento custa R$ 35,0 (trinta e cinco reais), e pode ser solicitado no site do STB ou nas lojas em todo o Brasil. Em Belo Horizonte na Rua Sergipe, 1216 – Savassi, Tel: (31) 2128-4900 / Fax (31) 2128-4901, de 2ª feira à 6ª feira - das 09:30h às 18h00 e aos Sábados - das 10h às 13h ou na Av. Bandeirantes, 450 – Sion, Tel: (31) 2128-4999, de 2ª feira à 6ª feira - das 9:30h às 18h00 e aos Sábados - das 10h às 13h). Para tirar o documento, o estudante precisa apresentar boleto de mensalidade ou declaração da instituição de ensino e Carteira de Identidade. A validade da carteira vence sempre no dia 31 de março.

Podem solicitar o documento estudantil alunos do ensino fundamental, médio, graduação, pós-graduação, mestrado, MBA (Master in Business Administration), doutorado e cursos no exterior com duração mínima de 12 semanas.

Ao tirar o documento, o aluno passa a ter ao ISIC (Emergency Help Line), um serviço telefônico gratuito que funciona 24 horas e, em caso de emergências no exterior, oferece informações sobre procedimentos legais (as telefonistas podem entrar em contato com a embaixada ou consulado brasileiro mais próximos e indicar um advogado), indicação de médicos e no envio de mensagens para a família no Brasil. Também ajuda a obter novos documentos em caso de roubo ou perda.

(Texto adaptado do site do STB)

    Algumas dicas importantes para a arrumação das suas malas:
  • Leve poucas roupas porque, de uma maneira geral, todos engordam fora de casa e, com pouco tempo, o que se levou daqui já não servirá mais. Só serve pra ocupar espaço;
  • Não se preocupe demasiadamente com o vestuário, as pessoas do exterior não têm uma preocupação de se vestir na última moda. Basta utilizar o bom senso e discrição;
  • Não leve roupa de frio, por mais que digam que cai neve na cidade para onde você está indo. Carregue apenas um casaco mais pesado e deixe para comprar lá o restante. Fica mais barato e você já estará conhecendo a verdadeira intensidade do frio que vai passar;
  • Em relação ao traje de banho, vale lembrar às meninas para usar biquinis maiores ou maiôs;
  • Não esqueça, claro, seus objetos pessoais, do tipo barbeador, desodorante, maquiagem, cremes etc. Mas leve o mínimo necessário. Muita coisa será, com certeza, comprada lá. Lembre-se da viagem de volta;
  • Além das roupas e objetos pessoais, você deve levar: prospectos, mapas, folhetos, cartazes, enfim, tudo o que puder arranjar sobre o Brasil, seu estado e sua cidade;
  • Não deixe de levar pins e bottons em grande quantidade. Não ocupam muito espaço e você vai trocá-los com outros intercambistas do mundo todo que, com certeza, você vai encontrar;
  • Leve ainda cartões postais ou de visita com sua foto e endereço completo no Brasil, de preferência com espaço para incluir o endereço de lá. Isso vai facilitar sua comunicação;
  • Identifique com clareza suas malas, colocando etiquetas com nome, endereço, e-mail e telefone. Identifique-a de forma que você possa distingui-la das outras com facilidade;
  • Sempre que possível, coloque um pequeno cadeado em suas malas, garantindo a segurança de seus pertences;
  • Nos vôos para a Europa e América do Sul, o limite de bagagem por passageiro é de 20 quilos, independente do número de peças. Nos vôos para a América do Norte, Ásia e Oceania (via Estados Unidos), são permitidos dois volumes de até 32 quilos cada. Essas informações podem variar de acordo com a companhia aérea;
  • Equipamentos como máquinas fotográficas, computadores, telefones celulares e filmadoras devem ser registrados para que não ocorra a cobrança de taxas de importação no seu retorno;
  • Preste atenção aos limites de compras no Exterior e nos Free Shops do Brasil para que você não o exceda e tenha que pagar impostos;
  • A alfândega brasileira não permite o transporte de sementes, grãos e animais;
    Aqui estão algumas dicas para um bom relacionamento com as pessoas com as quais você vai conviver:
  • Agradeça sempre que alguém lhe prestar um favor, ou for gentil. A expressão "Obrigado" (na lingua nativa) é de valor precioso e ajuda a tornar o relacionamento com os outros bem mais agradável;
  • Esteja sempre pronto para elogiar;
  • Não faça comparações indevidas;
  • Se o assunto não lhe diz respeito, cale-se;
  • Não discuta religião, política, ideologias e nem racismo - ou discuta com extremo cuidado, se for necessário;
  • Não minta;
  • Mantenha sempre quarto e banheiro limpos e sua mesa de estudos em ordem, se dividir o mesmo espaço com companheiros;
  • Tirou algo do lugar? Devolva-o;
  • Nunca se esqueça de pagar dívidas;
  • Ajude nos afazeres da casa, se dividir o mesmo espaço;
  • Seja pontual;
  • Não ligue som e TV simultaneamente e nem muito alto;
  • Não banque o rico ou a rica;
  • Procure ser econômico;
  • Devolva o que pedir emprestado;
  • Ajude os seus colegas nos trabalhos e atividades acadêmicas;
  • Observe, observe, observe;
  • Pergunte sempre que não souber;
  • Se for preciso, expresse-se através de gestos;
  • Saiba ouvir mais do que falar;
  • Sorria sempre. Ninguém resiste a prestar ajuda a alguém simpático;
  • Nunca saia de casa sem ter à mão o endereço e telefone do lugar onde está morando;
  • Não desista diante da primeira dificuldade;
  • Esqueça a timidez;
  • Procure não se mostrar muito apavorado.

Procure fazer o maior número de amizades possível na sua moradia e na universidade, tentando escutar outros pontos de vista. Evite comentários que possam denegrir a imagem do país onde você está, ou das pessoas que nele habitam. Evite falar português com os brasileiros que estiverem em sua universidade e, principalmente, nunca fale português na presença dos estrangeiros. Isso é considerado uma grande ofensa. Afinal, um dos seus objetivos pode ser o aprimoramento da língua nativa. Não peça carona a estranhos, nem mesmo quando estiver em companhia de amigos. Tome cuidado com as amizades que possam parecer pouco confiáveis.

Nas primeiras semanas no exterior é muito comum sentir dificuldades com o idioma nativo, principalmente na conversação e para entender o que as pessoas dizem. Não tenha vergonha de perguntar sempre que não entender alguma coisa.

Aprenda observando. Quando não conhecemos alguma coisa, a melhor forma de aprendermos sobre ela é observando. Preste atenção no cotidiano dos nativos, como é a sua universidade, como as pessoas se comportam, como são os seus colegas de turma, etc. Quanto mais você observar e aprender com isso, maior será a sua capacidade de adaptação e de convívio.

Procure familiarizar-se com a área onde você estará residindo e saber informações como: local do ponto de ônibus e metrô (e como deverá pagar pelo transporte), outras referências como correios, supermercados, hospitais, etc.

Uma dica importante: É normal alimentar expectativas em relação à nação anfitriã, universidade, cidade, enfim, em relação à sua vida no exterior. Muitas vezes, porém, a sua experiência poderá vir a não se concretizar da forma que você sonhou. O ideal é que você esteja preparado para viver uma experiência rica e entender que ela se manifesta de formas diferentes para cada pessoa.

Ao preparar-se para a viagem, considere que ficará horas em aeroportos e dentro do avião, o que pode significar até noites inteiras. Portanto, é recomendável que você viaje com roupas confortáveis, que facilitem seu movimento em espaços pequenos e não incomodem com o tempo. Prepare separadamente os documentos mais utilizados, como passaporte, passagem, etc. Transporte o dinheiro com você, em pochetes maleáveis sob a roupa. Evite deixar sua bagagem de mão longe de você.

No dia em que você chegar em seu país de destino, você poderá estar cansado e confuso devido à viagem e à diferença de fuso horário, clima, etc. É normal se sentir deslocado no início. De qualquer forma, você terá bastante tempo para se adaptar. Refeições leves, repouso e boas noites de sono ajudam bastante nesta fase de adaptação.

O passaporte só poderá ser requerido e retirado pelo próprio interessado junto ao Departamento da Polícia Federal.

Informações:
Preencher e entregar o formulário e a taxa GRU (Guia de Recolhimento da União) na Polícia Federal.
Mais informações no site da Polícia Federal.

A Coordenadoria de Assuntos Internacionais da UFOP, em seu esforço permanente de contribuir para o processo de internacionalização da nossa Universidade, apresenta algumas práticas simples que estimulam a "internacionalização em casa", demonstrando que a inserção da UFOP no ambiente globalizado não se limita à mobilidade de alunos e professores, sendo necessário também pensar a flexibilização de curriculums, a preparação linguística e, principalmente, a revisão das nossas práticas pedagógicas.

Algumas ações simples podem ser adotadas pelos professores, em sala de aula, para se criar e consolidar na UFOP uma cultura de internacionalização:

01. Adotar ao menos um texto de apoio em idioma estrangeiro, ainda que de leitura opcional.

02. Usar exemplos e casos práticos do conteúdo estudado considerando experiências internacionais, como uma aula de Economia que avalia algum aspecto econômico de um país latino-americano ou uma aula de Engenharia que faz o estudo de caso de uma construção relevante da China.

03. Aproveitar e colher a experiência e os relatos dos alunos que já estiveram no exterior em mobilidade acadêmica.

04. Estimular e atribuir pontos para os alunos que fazem cursos (mesmo que online) estrangeiros ou que participam de palestras, congressos e demais eventos internacionais.

05. Utilizar, em sala de aula, o recurso do skype on da web conferência para intervenções de colegas acadêmicos internacionais.

06. Estimular os alunos a conhecerem a estrutura e as matrizes curriculares dos principais cursos afins nas melhores universidades do mundo.

07. Estimular e até pontuar alunos que estudam outro idioma.

08. Estimular que os alunos montem ou participem de grupos de estudo e discussão com colegas estrangeiros.

09. Aproveitar a presença de estudantes estrangeiros em sala para que comentem e comparem o conteúdo estudado com sua experiência em seu país de origem.

10. Exibição de vídeos estrangeiros relacionados ao conteúdo que explorem a experiência internacional, pensando, inclusive, na melhor maneira de exibição, com ou sem legendas.

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba informações sobre Mobilidade e Editais de Bolsas.

 

Ciência sem Fronteiras

Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.

Depoimentos

Matheus Martins Corrêa

Curso: Direito
Universidade de Destino: Université Lille – França